Este provavelmente é mais 1 dos diversos textos de fim de ano – e nem por isso ele deveria deixar de ser escrito.

Em redes sociais é bastante comum e natural somente o viés de sucesso e histórias apropriadas para acalentar os mais diversos sentimentos existentes. Até agora isso são afirmações óbvias – aqui começa o erro, óbvio para o autor, no caso eu.

A grande questão aqui é: sempre ao publicar algo, seja uma história de sucesso, fracasso, pontos de inflexão, etc, bem escritos, ou não, dirão muito sobre o autor. Porém, no quesito interpretação, ainda mais sobre o leitor. A voz, aí, na sua mente, lendo, por um momento me permite influenciar em seus pensamentos. Este o ponto, seus, não meus. Os mesmos possíveis pontos em que uma pessoa poderia, durante um exercício mental, presumir julgamentos e deixar de executar algo.

Trazendo toda essa linha de pensamento para as mais diversas situações, as seguintes reflexões são dadas:

– Algo feito pela massa, nem sempre estará errado. Em grande parte do momento pode ser a melhor opção disponível. É mais sobre o momento do que o movimento propriamente dito. Ir contra, somente por ser contrário, certamente estará tão errado quanto seguir o fluxo irracionalmente – na hora de assumir os resultados eles serão seus, seja ele bom ou ruim, no fluxo ou contrafluxo. Sigo eu aqui, a exemplo, neste fluxo do “textão de boas festas”, rs.

– As celebrações e compartilhamento de sucesso são, sim, excelentes maneiras de demonstrar conquistas. A motivação do ponto de vista do autor (ostentação? Real anseio de compartilhar?) diz muito sobre autor, ainda mais sobre o leitor, esse último podendo absorver como uma afronta, tanto quanto um exemplo de possibilidades entre as tantas possíveis. Sim, o maior peso estará na maneira em que você interpreta, e não tanto no que de fato me motiva – pra você, leitor, pouco importa minha motivação, em geral. Pode ser mais um texto, somente.

– O “óbvio” é tão subjetivo quanto “bom e ruim”. O exercício de considerar muitas coisas óbvias pode ser uma leve tendência ao egoísmo, até porque se eu acho algo óbvio, nada mais preciso aprender. Nem mesmo a interpretação desse texto, um tanto quanto, possa parecer em parte, óbvia para mim, não é para ninguém mais – aqui seria pior, pois posso passar a pensar “saber mais do que alguém”. No conjunto, sempre há perspectivas diferentes para mesmos problemas, ou mesmo que tão objetivas quanto a matemática, aplicações e abordagens diferentes para resultados iguais – quanto tempo demorou? Qual caneta usou? Papel? Computador? Cola?

A mensagem que quis passar aqui é, seja como for, é essencial o exercício do autoconhecimento. Investir, o tempo possível, em conhecer o “eu” a que somos obrigados a conviver desde sempre. Nossas distorções e percepções normalmente falam muito mais de nós do que do outro. Aceitar a discordância é o que também nos faz evoluir – sempre evoluímos mais no caos do que na paz, isso também não torna o caos algo bom 😁.

Boas festas!

SSH-ADD – WARNING: UNPROTECTED PRIVATE KEY FILE! – Windows

Hoje tive um problema clássico relacionado ao SSH no Linux, quando você tenta adicionar uma chave privada ao sistema utilizando configurações de acesso muito permissivas, porém no Windows. Continuar lendo SSH-ADD – WARNING: UNPROTECTED PRIVATE KEY FILE! – Windows

Histórico de Arquivos: Ferramenta nativa de backup do Windows

Talvez você diga “ah, mas hoje tudo está na nuvem”. Muitas vezes a disponibilidade praticamente instantânea em arquivos pesados é uma prioridade. Ou mesmo quando instalamos aquele SSD de 128GB e precisamos nos atentar ao espaço livre em disco. O Histórico de Arquivos, ou File History, recurso nativo do Windows, pode resolver este problema. Continuar lendo Histórico de Arquivos: Ferramenta nativa de backup do Windows

Entendendo o Windows EFS, um eficiente recurso de criptografia

O que é o EFS

Encrypting File System, ou EFS é um componente do sistema de arquivos NTFS. Ele é suportado em várias versões do Windows como Windows 2000, XP, Vista, 7, 8, 10  e edições do Windows Server. O EFS é um sistema exclusivo da Microsoft, funcionando apenas em sistemas Windows. Ele utiliza o sistema simétrico de criptografia combinado com o sistema de chave pública (RSA) para proteção dos arquivos, sendo utilizado o algoritmo o DES-X. Continuar lendo Entendendo o Windows EFS, um eficiente recurso de criptografia

SNMP: O que você precisa saber sobre o protocolo

Hoje farei um breve esclarecimento sobre o protocolo SNMP. Este protocolo é amplamente utilizado para o monitoramento de dispositivos (roteadores, impressoras, câmeras, etc). Reuni aqui alguns pontos principais que você precisa saber para entender melhor sobre o protocolo.

Continuar lendo SNMP: O que você precisa saber sobre o protocolo

MIB SNMP: entenda sobre a hierarquia dos OIDs

Se você gerencia alguma rede, provavelmente já precisou implementar ou aprimorar soluções de monitoramento para facilitar o cotidiano. Já se deparou certamente com o protocolo SNMP e agora precisa entender alguns conceitos, como a MIB, para a implementação.

 

MIB Tree
Imagem: Wikipedia

Continuar lendo MIB SNMP: entenda sobre a hierarquia dos OIDs

Samsung Cloud: Não é possível autenticar (Solução)

Problema na sincronização pode ter várias causas, inclusive com um serviço do sistema.

Samsung Cloud

Recentemente tive um problema um tanto quanto chato com o meu Samsung Galaxy S9. Acostumado com o iCloud em meu aparelho anterior, mantive o mesmo hábito de salvar arquivos no serviço nativo. O Samsung Cloud pareceu bem semelhante e resolvi utilizá-lo. Continuar lendo Samsung Cloud: Não é possível autenticar (Solução)

Cabo de rede – por que devo me importar mais?

Parte fundamental na comunicação, o cabo de rede possui padrões para montagem e utilização.

Cabo de rede ethernet

Principalmente nas conexões wireless, muitas pessoas acabam não dando importância em como esta conexão chega até o ponto de acesso (AP – Access Point).

No entanto, além de todas as variáveis que podem afetar a conexão sem-fio, como já relatado em publicação anterior, um bom cabeamento até o ponto de acesso é extremamente importante, principalmente quando falamos sobre conexões Gigabit.

Continuar lendo Cabo de rede – por que devo me importar mais?

Wi-Fi 5 GHz ou 2.4 GHz?

Cada vez mais vemos a popularização da tecnologia de 5 GHz em redes wireless residenciais. O que muitos não sabem é que, apesar da rede 5 GHz ser mais moderna e ter uma capacidade maior de largura de banda, ela tem também suas limitações.

As faixas de frequência baseadas em 5GHz também são bem mais resistentes a interferências. Ou seja, contam com um desempenho maior com mais dispositivos conectados simultaneamente. Ela é sem dúvida a melhor opção para quem deseja obter altas taxas de transferência.

Continuar lendo Wi-Fi 5 GHz ou 2.4 GHz?